fbpx
Conecte-se conosco

Saúde

Saúde alerta: número de focos do mosquito da dengue segue em alta em Caxias do Sul

Publicado em

em

São 453 focos identificados e bloqueados no ano; número de pessoas que viajaram e voltaram com dengue também aumentou: são 14 casos em 2023

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) atualiza a situação da dengue no Município e mantém o alerta para a população. O número de focos do mosquito transmissor chegou a 453, todos identificados e bloqueados. Esse número é mais da metade do total de todo o ano passado, quando foram encontrados 728 focos. Os casos de dengue importada, ou seja, de pessoas que viajaram para outras localidades e voltaram para Caxias do Sul com a doença, também aumentaram: são 14 em 2023. Não há pacientes internados.

Não foram registrados casos de dengue contraídos no município (casos autóctones). Mesmo assim, a Secretaria da Saúde alerta que há circulação da doença na cidade, uma vez que pode haver transmissão local pois ela ocorre pela picada do mosquito Aedes aegypti.

“Ressaltamos a importância de ficarmos alertas diante dos casos de dengue e da infestação pelo mosquito Aedes, visto que Caxias tem em 2023 tem 14 casos positivos de dengue sendo dois deles graves, em que os pacientes necessitam de internação e manejo maior dos sintomas. Não tivemos nenhum óbito, mas estamos em alerta, visto que estamos infestados pelo mosquito. Se o mosquito picar uma pessoa infectada, pode iniciar um surto da doença na cidade. Então reforçamos a necessidade de controle do mosquito e, sempre que houver sintomas característicos de dengue, procurar atendimento médico, seja público ou privado para que façamos o acompanhamento. Não estamos livres de surtos futuros, visto que há mosquitos e pessoas com a doença na cidade”, aponta Magda Beatris Teles, diretora da Vigilância Epidemiológica.

A Vigilância Ambiental em Saúde mantém visitas domiciliares pelos agentes de combate às endemias, além do monitoramento periódico de 199 pontos estratégicos, onde há grande probabilidade de formação de pontos de água parada, como cemitérios, borracharias e ferros-velhos. A Secretaria da Saúde também orienta que a população faça o trabalho preventivo em casa, que consiste na eliminação de quaisquer recipientes com água parada (local onde o mosquito se reproduz).

No dia 27 de abril ocorre um Bota-Fora no bairro Reolon, realizado pela Codeca. O bairro é um dos que têm maior número de focos e apresenta risco médio de infestação pelo mosquito Aedes aegypti, conforme apontou o Levantamento Rápido do Índice de Infestação de Aedes aegypti (Liraa), realizado de 27 de março a 4 de abril. No dia da ação a equipe da Codeca fará o recolhimento de móveis, sofás, colchões, eletrodomésticos, pneus e madeiras, que devem ser depositados pelos moradores nesse mesmo dia, nas ruas onde passa o ônibus. Não serão recolhidos entulhos de obras (concreto, tijolo, cerâmica, lajota, pedras).

Foto por Luís Carlos da Silva Júnior/Divulgação

Sintomas da dengue

Pessoas com febre por dois a sete dias (39 a 40 graus), dor de cabeça, dor nas articulações ou dor atrás dos olhos devem buscar atendimento médico. Todas as UBSs estão capacitadas para atendimento.

Dicas para evitar a proliferação do mosquito:

– esvaziar as caixas d’água da chuva e colocar telas nos ladrões e o cano de entrada da calha dessas caixas;

– instalar telas em ralos externos, de sacadas e de áreas de serviço;

– secar piscinas plásticas e guardá-las em local coberto;

– manter piscinas fixas com tratamento de cloro;

– limpar sacadas de apartamentos vazios, pois as folhas tapam os ralos e acumulam água nas sacadas;

– recolher lixos, ensacá-los e colocá-los para a Codeca recolher no dia correto;

– limpar terrenos baldios;

– recolher pneus inservíveis e armazená-los em locais secos e protegidos da chuva, ou encaminhá-los à Central de Armazenamento de Pneus Inservíveis da Codeca;

– não manter pratinhos em vasos de plantas;

– guardar brinquedos em locais cobertos;

– não guardar água da chuva em baldes, tonéis e regadores.

CASOS DE DENGUE

– Contraídos no município (autóctones): nenhum

– Contraídos fora do município (importados): 14 casos.

Foram registrados nos bairros: Rio Branco (2), Ana Rech, Nossa Senhora de Fátima, São Caetano, Nossa Senhora da Saúde (2), Jardim Eldorado, Sagrada Família, Pio X, Pioneiro, Exposição, Serrano e Marechal Floriano.

FOCOS DO MOSQUITO TRANSMISSOR: 453

Distribuição dos focos por bairro:

  • Cruzeiro: 53
  • Charqueadas: 40
  • Pio X: 27
  • Nossa Senhora de Fátima e São Victor Cohab: 23
  • Colina Sorriso e Pioneiro: 20
  • Mariani: 15
  • Cidade Nova, Floresta e Reolon: 19
  • Planalto: 12
  • Nossa Senhora da Lourdes, Santa Lúcia e Sagrada Família: 11
  • Jardim de Lagoa (Desvio Rizzo) e São Pelegrino: 10
  • Marechal Floriano e São Caetano: 08
  • Esplanada e Santa Lúcia Cohab: 07
  • Centro, Santa Catarina e São José: 05
  • Cristo Redentor, Galópolis, Madureira e Kayser: 04
  • Cinquentenário, Rio Branco, Santa Fé, São Leopoldo, Universitário e Vinhedos: 03
  • Bela Vista, Forqueta, Jardim do Shopping, Medianeira, Monte Carmelo, Salgado Filho, Santa Teresa (Desvio Rizzo), São Luiz da 6ª Légua, Vila Cristina e Tijuca: 02
  • Cidade Industrial, Exposição, Jardim América, Linha 40, Panazzolo, Petrópolis, Presidente Vargas, São Cristóvão, Santos Dumont, Vila Mari (Planalto) e Vila Verde (Planalto): 01

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Covid-19: aplicação do reforço com bivalente ocorre na segunda-feira (08/01)

Publicado em

em

Informações sobre vacinação são divulgadas a cada semana pela Secretaria da Saúde

A Secretaria Municipal da Saúde informa os locais para aplicação do reforço com a vacina bivalente contra covid-19 na próxima segunda-feira (08/01).

O segundo reforço com vacina bivalente está liberado para pessoas de 60 anos ou mais em geral e também para as de 12 anos ou mais imunocomprometidas. Esse público pode procurar as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) que aplicam esse imunizante (veja abaixo a lista) na segunda-feira (08/01). É preciso ter recebido o primeiro reforço com bivalente há mais de seis meses.

No mesmo dia (08/01) estará disponível o primeiro reforço para pessoas de 12 anos ou mais com comorbidades, com deficiência permanente ou imunocomprometidas, gestantes e puérperas (mulheres até 45 dias após o parto) e de 18 anos ou mais em geral. É necessário ter recebido ao menos duas doses de vacinas contra covid-19 anteriormente, com no mínimo quatro meses de intervalo após a última.

A vacinação de crianças de seis meses a 11 anos é realizada por agendamento.

UNIDADES BÁSICAS

PÚBLICO E DOSES:

* 1ª, 2ª, 3ª dose crianças de 6 meses a 4 anos

* 1ª e 2ª dose crianças de 5 a 11 anos

QUANDO E ONDE:

POR AGENDAMENTO nas UBSs Cinquentenário, Cruzeiro, Desvio Rizzo, Eldorado, Esplanada, Reolon, Vila Ipê:

UBS Cinquentenário: 3901-2313 3901-2314 e WhatsApp 9.9911.4582

UBS Cruzeiro: 3901.2515 e 3901.1211

UBS Desvio Rizzo: 3901.1312 e 3901.7906

UBS Esplanada: 3901.1239, 3901.1300

UBS Eldorado: 3901.1366, 3901.8932, WhatsApp 9.8434.6794

UBS Reolon: 3901.1202, 3901.2529, WhatsApp 9.8449.7409

UBS Vila Ipê: WhatsApp 9.8449.8752

PÚBLICO E DOSES:

* 1° Reforço com BIVALENTE para pessoas 18 anos ou mais em geral, de 12 anos ou mais com comorbidades, com deficiência permanente ou imunocomprometidas, gestantes, puérperas (mulheres até 45 dias após o parto). É preciso ter tomado ao menos duas doses de vacinas da covid.

* 2° Reforço com BIVALENTE para pessoas de 60 anos ou mais; imunocomprometidos de 12 anos ou mais. É preciso ter tomado o 1º reforço com bivalente há mais de 6 meses.

SEGUNDA-FEIRA (08/01), nas seguintes UBSs:

* Centro de Saúde, Cristo Redentor, Fátima Alto, Planalto, Planalto/Rio Branco, Rio Branco, Santa Lúcia Cohab, São Caetano, São Leopoldo, São José e Serrano: das 8h às 15h.

* Cinquentenário, Cruzeiro, Desvio Rizzo e Vila Ipê: das 8h às 19h.

Continue lendo

Saúde

UBSs realizam balanço anual a partir desta terça-feira (28/11)

Publicado em

em

Cada Unidade fechará por algumas horas em data pré-programada

A partir desta terça-feira (28/11), as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) realizam o balanço anual de materiais e insumos. Por esse motivo, cada Unidade suspenderá o atendimento por algumas horas, em data pré-determinada (veja abaixo).

Nas UBSs que funcionam das 7h30 às 16h30, no dia indicado para o balanço os serviços à população serão interrompidos às 12h30, sendo retomados no dia útil seguinte. Na UBS Fátima Alta não haverá atendimento na Farmácia Regional durante o dia todo na data do balanço. Naquelas que funcionam em horário estendido até as 21h (Cinquentenário, Cruzeiro, Desvio Rizzo, Eldorado, Esplanada, Reolon, Vila Ipê), o atendimento será suspenso às 12h30 do dia agendado para balanço, com retorno do expediente externo às 16h30, com exceção do serviço das farmácias dessas UBSs, que reabrem no dia seguinte.

Os usuários que precisarem de atendimento no dia em que sua UBS estiver realizando balanço poderão procurar outras UBSs do Município. O balanço de materiais e insumos é uma tarefa realizada todos os anos, necessária para inventário, manutenção e organização dos serviços.

Cronograma balanço:

28/11/23: Belo Horizonte, Cinquentenário*

29/11/23: Alvorada, Vila Oliva

30/11/2023: Fátima Alta, Reolon*, Santa Lúcia do Piaí, São Caetano, São José

01/12/23: Cristo Redentor, Fátima Baixa, Salgado Filho, Vila Seca

04/12/23: Mariani

05/12/23: Forqueta, Vila Lobos

06/12/23: Vila Cristina, São Ciro

07/12/23: Ana Rech, Centenário, Cruzeiro*, Parque Oásis, Planalto, Rio Branco, Tijuca

08/12/23: Campos da Serra, Sagrada Família, Santa Lúcia Cohab, São Victor Cohab

11/12/23: Desvio Rizzo*, Fazenda Souza, Santa Fé, Serrano

12/12/23: Bela Vista, Cristo Operário, Criúva, Esplanada*, Pioneiro, Século XX

13/12/23: Centro de Saúde, Diamantino

14/12/23: Eldorado*, Galópolis, Madureira, Planalto-Rio Branco, São Vicente

15/12/23: São Leopoldo, Vila Ipê*

* fecha às 12h30 e reabre às 16h30. As demais fecham às 12h30 e reabrem no dia útil seguinte.

Continue lendo

Saúde

Novembro Azul: mutirão realizou mais de 300 consultas médicas

Publicado em

em

Ação nas UBSs também ofertou atendimentos odontológicos, testes de Infecções Sexualmente Transmissíveis e vacinas

Um mutirão voltado aos cuidados de saúde para o público masculino, como programação do Novembro Azul, levou centenas de homens às Unidades Básicas de Saúde (UBSs) no último sábado (11/11). Todas estiveram abertas das 9h às 13h, para possibilitar uma oportunidade a mais de atendimento para aqueles que não conseguem procurar as UBSs em dias úteis.

No total, foram realizadas 342 consultas médicas e 329 solicitações de exame de próstata PSA (por amostra de sangue) e 29 encaminhamentos para urologista. O número de consultas médicas realizadas poderia ser maior, visto que 12,87% dos pacientes que tinham horário marcado para o sábado não compareceram. Também foram realizados 618 procedimentos odontológicos (incluindo público infantil e adulto), bem como 1.434 testes rápidos de Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs), além de 205 verificações de pressão arterial e 65 testes de glicemia. Outro dado que chama a atenção é o índice de faltantes para consultas odontológicas que haviam sido agendadas para sábado: 10% não compareceram.

O sábado também teve as salas de vacinas de todas as UBSs abertas para aplicação de doses do calendário de rotina para o público masculino e para crianças e adolescentes de até 14 anos. Foram aplicadas 408 doses de rotina, bem como 33 vacinas contra covid-19.

A campanha do Novembro Azul tem o objetivo de conscientizar sobre a importância do diagnóstico precoce do câncer de próstata. Para os homens que não puderam procurar as UBSs no sábado, o atendimento segue normalmente durante todo o ano. A recomendação é que homens de 50 anos ou mais em geral e homens de 45 anos ou mais com sintomas característicos de câncer de próstata (alteração na frequência e padrões urinários, sangue na urina, disfunção erétil) ou fatores de risco (ter histórico familiar da doença ou ser negro) procurem serviços de saúde para realizar o exame de próstata/PSA (antígeno prostático específico – PSA, traduzido do inglês) e toque retal (20% dos tumores de próstata evoluem com exame de PSA normal, sendo necessário o toque retal). Todas as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) ofertam o exame de próstata/PSA e encaminham para avaliação urológica.

Continue lendo