Conecte-se conosco

Geral

Prefeitura firma contrato com a Codeca para prestar serviços de alimentação e limpeza na rede municipal de ensino

Publicado em

em

Merendeiras estarão nas escolas a partir desta quarta-feira (13). Auxiliares de limpeza entram em ação na quinta (14)

Com a publicação dos contratos assinados pela Prefeitura no Diário Oficial do Município, a Companhia de Desenvolvimento de Caxias do Sul (CODECA) torna-se a nova prestadora dos serviços de alimentação e higiene na rede municipal de ensino de Caxias do Sul, a maior de todo o Estado. As merendeiras e merendeiros estarão nas escolas a partir desta quarta-feira (13). Os auxiliares de limpeza entram em ação na quinta (14). Ao todo, após processo seletivo emergencial, 432 profissionais passam a atuar em uma estrutura que abrange a própria Secretaria Municipal de Educação (SMED), Central de Matrículas e setor de manutenção, além de 83 escolas de ensino fundamental, garantindo refeições saudáveis e ambiente higienizado para um contingente de mais de 34 mil estudantes e cerca de 3,5 mil servidores.

Com isso, o Executivo busca qualificar o atendimento, que há meses sofria com a inadimplência de empresas terceirizadas perante o quadro de trabalhadoras, o que provocava constantes desgastes e interrupções – a despeito do cumprimento pontual e impreterível de todos os pagamentos por parte do município.

“Precisamos garantir o serviço nas escolas. E a CODECA foi criada para ser um braço da administração nestas questões. O sistema anterior entrou em colapso e não poderíamos esperar mais. Quem falhou com as trabalhadoras foi a empresa. A CODECA, por outro lado, jamais deixou um centavo de passivo para o município. E agora está absorvendo mais um trabalho. A CODECA está favorecendo o município, está vindo em socorro de Caxias do Sul”, afirma o prefeito Adiló Didomenico.

A agilidade na transição entre a contratada anterior e a nova prestadora dos serviços de alimentação e limpeza exigiu esforço concentrado de diversos agentes da administração municipal, em múltiplas frentes e horas de trabalho, a fim de cumprir todas as exigências legais, com vistas a garantir a continuidade do atendimento e também resguardar os direitos das trabalhadoras. Além dos valores correspondentes aos vales alimentação (VA) e transporte (VT) já antecipados anteriormente, o município também já confirmou o pagamento de todos os dias trabalhados pelas profissionais durante o período de transição. Cada caso terá análise e encaminhamento individual.

“A CODECA é uma empresa de economia mista, que tem parte pública. Portanto, é obrigada a cumprir ritos e protocolos para contratações. O processo seletivo transcorreu de maneira pública e todas as candidatas tiveram oportunidade de se inscrever e disputar vaga. Se trata de um contrato emergencial, com validade de julho a dezembro. Em paralelo, será preparado um concurso público e, portanto, haverá uma nova oportunidade para quem não conseguiu entrar agora”, observa a diretora-presidente da CODECA, Maria de Lourdes Fagherazzi.

Todo o processo seletivo passou por uma comissão. A escola de destino das profissionais contratadas será definida a partir de uma lista de três opções apresentadas pelas próprias trabalhadoras, por ordem de preferência, no momento da inscrição.

No vídeo hospedado neste link, o prefeito Adiló Didomenico e a diretora-presidente da CODECA, Maria de Lourdes Fagherazzi respondem às principais dúvidas em torno da novidade.

Fotos: Mateus Argenta

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Geral

Banco de Alimentos divulga à comunidade o projeto +Q Pão

Publicado em

em

Iniciativa envolve entidades parceiras e integra ações da Cozinha Experimental, em Caxias do Sul

A Diretoria de Segurança Alimentar da Secretaria Municipal da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (SMAPA) está divulgando junto à comunidade e entidades parceiras o projeto +Q Pão. A ação, que entrou em funcionamento piloto em junho, consiste em disponibilizar a Cozinha Experimental do Banco de Alimentos e a estrutura técnica da unidade para a produção de pães por parte de instituições sociais.

A ideia surgiu da equipe de Segurança Alimentar, preocupada com a demanda crescente por alimento para famílias em vulnerabilidade social no Município. Agora, uma vez por semana, a Cozinha Experimental é aberta às entidades cadastradas para produção de pão. Porém, antes da produção propriamente dita, todos os participantes da atividade passam por uma capacitação de boas práticas para realizar o trabalho.

O objetivo é capacitar pelo menos quatro instituições a cada mês para a produção de pão. “É um projeto no qual acreditamos e que tem profundo envolvimento social. A entidade pode produzir os pães para consumo próprio ou distribuição para as famílias cadastradas”, explica a diretora técnica de Segurança Alimentar da SMAPA, Cristina Fabian Gregoletto. Segundo ela, as primeiras experiências vêm dando certo e a produção semanal chega a 40 quilos de pão.

A diretora lembra que a iniciativa só está sendo possível graças aos parceiros do Banco de Alimentos. Os equipamentos da Cozinha Experimental foram doados pelo Instituto Elisabetha Randon e pela empresa G. Paniz, enquanto a Orquídea Alimentos fornece a farinha de trigo. A Azevedo Ribeiro Cia. Ltda. e a Roseflor Alimentos também são parceiras do Banco e dos programas de Segurança Alimentar. Mais informações pelo WhatsApp do Banco de Alimentos: (54) 9 8429-6291.

Continue lendo

Geral

Cerest/Serra e Ministério Público do Trabalho promovem capacitação sobre notificação de acidentes e doenças do trabalho

Publicado em

em

Ação teve participação de 70 representantes de empresas de municípios da 5ª Coordenadoria Regional de Saúde (5ª CRS)

O Centro de Referência em Saúde do Trabalhador de Caxias do Sul (Cerest/Serra) promoveu, em parceria com o Ministério Público do Trabalho (MPT), uma capacitação voltada a empresas que contam com ambulatório de saúde para atendimento aos trabalhadores. O objetivo foi conscientizar sobre a importância e obrigatoriedade da notificação no Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan) de acidentes e doenças do trabalho atendidos em ambulatórios próprios.

A ação teve a participação de representantes de 70 empresas de municípios da 5ª Coordenadoria Regional de Saúde (5ª CRS). As palestras foram ministradas por Cirlene Zimmermann, procuradora do Trabalho do MPT e coordenadora nacional da Coordenadoria Nacional de Defesa do Meio Ambiente do Trabalho (Codemat) e pela equipe do Cerest/Serra.

O Sinan é alimentado em todo o país para promover a investigação de casos de doenças e agravos que constam da lista nacional de doenças de notificação compulsória. A capacitação ocorreu na última sexta-feira (23/09).

Continue lendo

Geral

Eduardo Shinyashiki é o palestrante da edição de outubro do projeto Liderança com Valores, da ADCE Caxias do Sul

Publicado em

em

Com o tema ‘A Difícil Arte da Simplicidade’, o evento será realizado no dia 05 de outubro, no UCS Teatro

A Difícil Arte da Simplicidade é o tema da próxima edição do projeto Liderança com Valores da ADCE Caxias do Sul, que será realizada no dia 05 de outubro (quarta-feira), no UCS Teatro (Rua Francisco Getúlio Vargas, 1130 – Petrópolis), em Caxias do Sul. Esta edição terá a participação do líder educador Eduardo Shinyashiki. O evento inicia às 19h com acolhimento dos convidados e abertura oficial às 19h30. Para participar, é necessário adquirir ingresso pelo site Sympla, no valor de R$40. As vagas são limitadas e o convite é destinado à comunidade caxiense e de toda a região da Serra Gaúcha.

O projeto Liderança com Valores é realizado cinco vezes por ano e aborda conteúdos de interesse social, familiar, econômico e empresarial. O palestrante desta edição será o mestre em neuropsicologia, especialista em desenvolvimento das competências de liderança organizacional e pessoal, Eduardo Shinyashiki. “Para trilharmos os caminhos do sucesso, seja na vida pessoal ou profissional, enfrentamos desafios diários. Ser um bom líder é essencial para alcançar as conquistas e o reconhecimento almejado”, ressalta Shinyashiki.

Lisandra De Bona, coordenadora do projeto Liderança com Valores, explica que o evento oferece à sociedade novas oportunidades de crescimento pessoal e profissional, de expandir as possibilidades para o futuro e proporciona momentos de conhecimento e reflexão para a comunidade. “O projeto tem como objetivo instigar o público a implementar uma nova realidade no seu dia a dia, por meio de palestras com grandes exemplos de superação para o mundo dos negócios e simboliza uma oportunidade no processo de traçar um futuro promissor”, ressalta De Bona.

Acompanhe a entrevista no programa cotidiano abaixo

Continue lendo