fbpx
Conecte-se conosco

Saúde

Núcleo de Saúde Bucal visita moradias para pesquisa nacional

Publicado em

em

Equipe da Secretaria da Saúde está identificada com crachás do projeto SB Brasil e da Prefeitura e utiliza van do programa Brasil Sorridente ou carro oficial da Prefeitura

Equipes do Núcleo de Saúde Bucal da Secretaria Municipal da Saúde (SMS) percorrem, nas próximas semanas, ruas dos bairros Interlagos, Charqueadas, Planalto-Rio Branco, Jardim América, Jardim Margarida e Reolon para a segunda etapa de uma pesquisa do Ministério da Saúde para avaliar as condições de saúde bucal da população. O projeto SB Brasil serve para informar ao Sistema Único de Saúde (SUS) as doenças mais prevalentes na população e traçar estratégias e necessidades de cada município.

A etapa inicial consistiu no mapeamento de ruas nos bairros sorteados de forma aleatória pelo Ministério da Saúde. Na segunda etapa, que é a atual e já percorreu algumas ruas dos bairros Jardim América, Jardim Margarida e Interlagos, auxiliares de saúde bucal visitam moradias para verificar se há pessoas nas faixas etárias de 5 anos, 12 anos, de 15 a 19 anos, de 35 a 44 e de 65 a 74 anos. Essas idades foram definidas pelo Ministério para a pesquisa. A equipe coleta nomes e telefones de contato e orienta que a data dos exames será informada posteriormente. Ainda não há cronograma divulgado, mas será definido pelo Ministério da Saúde e repassado aos municípios.

Cada equipe é composta por três servidores da Prefeitura, identificados com crachás específicos do projeto SB Brasil (que informa nome, matrícula, CPF e foto), além do crachá da Prefeitura. Eles utilizam uma van do programa Brasil Sorridente ou carro oficial com identificação da Prefeitura.

Os exames que ocorrerão na terceira etapa serão realizados na van do programa Brasil Sorridente por cirurgiões dentistas do Município, acompanhados pelos auxiliares. Serão verificadas situações como cárie dentária, traumatismo dentário e o impacto dessas doenças na qualidade de vida. Além de realizar a pesquisa, que inclui questionário elaborado pelo Ministério da Saúde, a equipe orientará a procurar a UBS de referência se for necessário atendimento odontológico.

O levantamento é realizado de dez em dez anos em todo o Brasil. O último ocorreu em 2010, porém, com a pandemia, a pesquisa prevista para 2020 foi adiada. A partir desse trabalho, o Ministério observa quais as necessidades para campanhas futuras e as estruturas sobre saúde bucal em cada cidade e Estado.

Confira abaixo as ruas que ainda serão percorridas para visita e posterior agendamento de exames para a pesquisa de saúde bucal:

Jardim América/ Jardim Margarida: ruas Uruguai, Tocantins, Roraima e Ítalo Victor Bersani.

Bairro Interlagos: Av. Rubem Bento Alves (da rotula da Rua Atílio Andreazza até a rotula da Rua Nestor Carlos Fedrizzi), ruas Domingos Chies, João Massen, Máximo Papi dos nº 61 a 111.

Bairro Planalto Rio-Branco/ Charqueadas: ruas Miriam Formolo Tapia, Conselheiro Antônio Picoli Filho, Ivone Dala Santa Zati, Antônio Gaterman, Álvaro Luís Franzoi, Mario Setti, Alfonso Pasquali, Olinda de Almeida Lima, Otília Souza da Silva, Egon Carlos Peters, Tereza Dalcanali Zugno, Domênica Michelli, Basílio Micheli e o Beco Alberico Guelfi.

Reolon: ruas Francisco Spiandorello, João Carlos Dresch, Manoel Lopes , Clóvis Gonçalves Maciel, Carolina Amância Soares, Cabo Reinaldo Velho, Pedro Girardi, Airton Rodrigues da Costa, João Eugênio Mezomo, Carlos Lamp, Guiomar das Neves, Antenor dos Santos e Travessa da Colina

Ruas já visitadas pelas equipes até agora (a equipe retornará a algumas, onde não havia moradores em casa na tentativa inicial)

Jardim América/ Jardim Margarida: ruas José Aloísio Bruger, Amazonas, Mato Grosso, Alagoas, Santa Catarina, Sergipe, Roraima, Panamá, Belém, Estados Unidos, Venezuela

Bairro Interlagos: ruas José de Souza Brito, Máximo Papi, Domingos Chies, Atílio Andreazza, Oscar Geyer.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Dia D tem 4 mil pessoas imunizadas contra a gripe

Publicado em

em

Também foram aplicadas 409 doses do calendário de rotina

O Dia D de vacinação contra a Influenza teve 4 mil pessoas imunizadas contra a gripe. Todas as UBSs abriram neste sábado (06.04) para atender ao público. Também foram aplicadas 409 doses do calendário de rotina de vacinas.

Antes das 9h, hora que iniciava o atendimento, a UBS Cruzeiro tinha fila na porta. A senhora Carmem Trentin, 62 anos, foi a primeira a ter a dose contra a gripe aplicada. Ela relatou que é cuidadora de uma idosa e entende que fazer a vacina é uma forma de se proteger, mas também proteger a pessoa de quem ela cuida. Carmem disse ainda que aprova a ação do sábado, porque facilita o acesso para quem trabalha durante a semana.

A vice-prefeita, Paula Ioris, e a diretora de Atenção Básica da Secretaria Municipal da Saúde, Juliana Argenta, acompanharam o início da vacinação no local.

O movimento foi intenso em muitas UBSs, especialmente de idosos e crianças, que são dois grupos dentro dos públicos prioritários. Por enquanto a campanha é exclusiva para esses públicos vai até 31 de maio.

O Dia D deste sábado foi uma iniciativa da Prefeitura de Caxias. Outro dia D, este nacional, ocorre no próximo sábado, dia 13 de abril, das 8h às 17h, também em todas UBSs. A vacina contra a gripe também está disponível nas UBSs de segunda a sexta.

Doses de vacina aplicadas no Dia D

  • Contra Influenza: 4.000
  • Vacinas do calendário de rotina: 409
  • Total: 4.409

Foto por Rodrigo Rossi

Continue lendo

Saúde

Prefeitura inaugura ambulatório trans na próxima semana.

Publicado em

em

O ambulatório é uma das metas previstas no Plano Municipal de Saúde, pois foi elencado como uma das demandas dos participantes da Conferência Municipal de Saúde

A Prefeitura de Caxias do Sul inaugura, na próxima semana, mais um serviço inédito no Município: o Serviço Ambulatorial Especializado no Processo Transexualizador – Ambulatório Trans de Caxias do Sul, para atendimento da saúde integral de homens e mulheres trans e travestis. O objetivo é acolher, orientar e proporcionar acesso para que as pessoas trans possam realizar o tratamento de hormonioterapia em segurança, sem riscos à saúde. O serviço é vinculado à Secretaria Municipal da Saúde (SMS). A inauguração ocorre no dia 12/04, às 15h30, no primeiro andar do Centro Especializado de Saúde (CES).

A criação do ambulatório é uma das metas previstas no Plano Municipal de Saúde, pois foi elencado como uma das demandas dos participantes da Conferência Municipal de Saúde. Esse modelo de serviço busca atender de forma integral a população trans, orientando em suas necessidades de saúde física, mental e social, ofertando a terapia hormonal com assistência qualificada. O serviço do ambulatório será completo, com oferta de acolhimento, consulta psicológica e de enfermagem, avaliação e acompanhamento médico, consulta farmacêutica, encaminhamento para exames, aplicação e dispensação de hormônios.

O ambulatório contará com equipe multidisciplinar formada por médico, enfermeiro, psicólogos, assistente social e farmacêutico. O público-alvo são pessoas de 18 anos ou mais residentes de Caxias do Sul.

“É papel da Secretaria Municipal da Saúde enxergar o ser humano em sua integralidade. O ambulatório trans surge para possibilitar o acesso ao tratamento de hormonioterapia sem que o paciente se exponha a riscos importantes à sua saúde. Agradecemos a todos os parceiros que se envolveram para que esse projeto se tornasse realidade”, salienta a secretária municipal da Saúde, Daniele Meneguzzi.

Todos os profissionais de saúde atuantes no serviço são vinculados à Secretaria Municipal da Saúde. O ambulatório ocupa estrutura preexistente no CES. A aquisição de medicamentos, conforme protocolo de hormonização, foi realizada com recurso de R$1,5 milhão de emenda de custeio encaminhada pela deputada Fernanda Melchionna. A criação do ambulatório teve apoio de promotores de saúde LGBTQIA+, ativistas e representantes da sociedade civil.

Foto por Maicon Duarte, banco de dados

Continue lendo

Saúde

Covid-19: aplicação do reforço com bivalente ocorre na segunda-feira (08/01)

Publicado em

em

Informações sobre vacinação são divulgadas a cada semana pela Secretaria da Saúde

A Secretaria Municipal da Saúde informa os locais para aplicação do reforço com a vacina bivalente contra covid-19 na próxima segunda-feira (08/01).

O segundo reforço com vacina bivalente está liberado para pessoas de 60 anos ou mais em geral e também para as de 12 anos ou mais imunocomprometidas. Esse público pode procurar as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) que aplicam esse imunizante (veja abaixo a lista) na segunda-feira (08/01). É preciso ter recebido o primeiro reforço com bivalente há mais de seis meses.

No mesmo dia (08/01) estará disponível o primeiro reforço para pessoas de 12 anos ou mais com comorbidades, com deficiência permanente ou imunocomprometidas, gestantes e puérperas (mulheres até 45 dias após o parto) e de 18 anos ou mais em geral. É necessário ter recebido ao menos duas doses de vacinas contra covid-19 anteriormente, com no mínimo quatro meses de intervalo após a última.

A vacinação de crianças de seis meses a 11 anos é realizada por agendamento.

UNIDADES BÁSICAS

PÚBLICO E DOSES:

* 1ª, 2ª, 3ª dose crianças de 6 meses a 4 anos

* 1ª e 2ª dose crianças de 5 a 11 anos

QUANDO E ONDE:

POR AGENDAMENTO nas UBSs Cinquentenário, Cruzeiro, Desvio Rizzo, Eldorado, Esplanada, Reolon, Vila Ipê:

UBS Cinquentenário: 3901-2313 3901-2314 e WhatsApp 9.9911.4582

UBS Cruzeiro: 3901.2515 e 3901.1211

UBS Desvio Rizzo: 3901.1312 e 3901.7906

UBS Esplanada: 3901.1239, 3901.1300

UBS Eldorado: 3901.1366, 3901.8932, WhatsApp 9.8434.6794

UBS Reolon: 3901.1202, 3901.2529, WhatsApp 9.8449.7409

UBS Vila Ipê: WhatsApp 9.8449.8752

PÚBLICO E DOSES:

* 1° Reforço com BIVALENTE para pessoas 18 anos ou mais em geral, de 12 anos ou mais com comorbidades, com deficiência permanente ou imunocomprometidas, gestantes, puérperas (mulheres até 45 dias após o parto). É preciso ter tomado ao menos duas doses de vacinas da covid.

* 2° Reforço com BIVALENTE para pessoas de 60 anos ou mais; imunocomprometidos de 12 anos ou mais. É preciso ter tomado o 1º reforço com bivalente há mais de 6 meses.

SEGUNDA-FEIRA (08/01), nas seguintes UBSs:

* Centro de Saúde, Cristo Redentor, Fátima Alto, Planalto, Planalto/Rio Branco, Rio Branco, Santa Lúcia Cohab, São Caetano, São Leopoldo, São José e Serrano: das 8h às 15h.

* Cinquentenário, Cruzeiro, Desvio Rizzo e Vila Ipê: das 8h às 19h.

Continue lendo