fbpx
Conecte-se conosco

Saúde

Hemocs estende horário de atendimento neste sábado (05/11)

Publicado em

em

Doações de sangue poderão ser realizadas das 8h às 14h

Neste sábado (05/11) o Hemocentro Regional de Caxias do Sul (Hemocs) terá horário de atendimento estendido até as 14h. O objetivo é ampliar o número de doações de sangue de todos os tipos. O expediente habitual aos sábados é das 8h às 12h.

Nesta quinta-feira (03/11) os estoques mais baixos são dos tipos sanguíneos O+, O-, A+ e A-. O Hemocs recebe doações agendadas ou de quem procura o serviço de forma espontânea. Na tarde desta quinta-feira, ainda havia horários disponíveis para sábado.

Para quem preferir agendar, os contatos são o WhatsApp (54) 98418.8487 e os telefones (54) 3290-4543 e 3290-4536.

O Hemocs fica na Rua Ernesto Alves, 2260, ao lado da UPA Central. De segunda a sexta-feira o horário é das 8h15 às 16h45 (sem fechar ao meio dia).

Pré-requisitos básicos:

  • Ter idade entre 18 e 69 anos, 11 meses e 29 dias. A primeira doação deve ser antes dos 60 anos.
  • Pesar mais de 50 kg.
  • Estar bem de saúde e bem alimentado.
  • Apresentar documento oficial de identidade com foto (identidade, carteira de trabalho, certificado de reservista, carteira de conselho profissional ou carteira de habilitação).
  • Jovens de 16 e 17 anos podem doar mediante autorização formal dos pais e/ou responsável legal, acompanhada de cópia da carteira de trabalho ou cópia da identidade do responsável;

Situação nesta quinta-feira:

  • O+: 33 em estoque (crítico)
  • O-: 07 em estoque (crítico)
  • A+: 46 em estoque (em alerta)
  • A-: 08 em estoque (em alerta)
  • B+: 35 em estoque (estável)
  • B-: 03 em estoque (estável)
  • AB+: 15 em estoque (estável)
  • AB-: 04 em estoque (estável)

Foto por Betânia Ramalho da Silva

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Hemocs recebe metade das doações de sangue necessárias para manter estoque

Publicado em

em

Serviço atende em horário normal no período de férias

O Hemocentro Regional de Caxias do Sul (Hemocs) pede apoio da comunidade para manter estoques de sangue em dia. Para operar com tranquilidade, o Hemocentro precisaria de 60 doadores diários, mas desde o início do ano a média tem sido de 30 a 35 doações por dia. No momento, apenas os tipos sanguíneos B+ e B- estão estáveis. “Nesta época do ano é comum ter uma demanda de doações menor. Por isso, é importante que quem já teve interesse em doar separe um tempo neste início de ano para realizar este ato de solidariedade”, explica a assistente social do setor de captação de doadores, Roberta Girardello Rizzon.

As doações realizadas no Hemocentro são fracionadas e distribuídas via agências transfusionais para os 49 municípios da região. As bolsas são utilizadas em casos de acidentes, tratamentos de câncer, complicações em cirurgias e outros tratamentos de saúde.

Para a doação ser feita de forma segura tanto para o doador quanto para o receptor existem critérios básicos estabelecidos pelo Ministério da Saúde para serem seguidos. Dentre eles, pesar mais de 50 quilos, não fumar duas horas antes da doação, estar bem alimentado e não comer frituras, entre outros (leia a lista completa abaixo).

No período de férias, o Hemocentro trabalha normalmente, das 8h15 às 16h45, de segunda a sexta-feira, e das 8h às 12h aos sábados. As doações podem ser agendadas pelo whatsapp (54) 9 8418.8487 ou pelos telefones (54) 3290.4543 e 3290.4536. O serviço funciona na Rua Ernesto Alves, 2260, ao lado da UPA Central.

Situação na segunda-feira (16/01)

  • A-: 10 bolsas (em alerta)
  • A+: 24 bolsas (crítico)
  • AB-: 01 bolsa (crítico)
  • AB+: 02 bolsas (crítico)
  • B-: 05 bolsas (estável)
  • B+: 19 bolsas (estável)
  • O-: 10 bolsas (crítico)
  • O+: 70 bolsas (em alerta)

Critérios básicos para a doação de sangue

  • Estar bem de saúde
  • Pesar mais de 50 quilos
  • Dormir, no mínimo, seis horas na noite anterior à doação
  • Não estar em jejum
  • Evitar alimentos gordurosos nas três horas anteriores à doação
  • Não ingerir bebida alcoólica nas 12 horas anteriores à doação
  • Não fumar por, pelo menos, duas horas antes da doação
  • Ter idade entre 18 e 69 anos,11 meses e 29 dias. A primeira doação deve acontecer antes dos 61 anos
  • Apresentar documento oficial de identificação original: RG, carteira de trabalho, certificado de reservista, carteira de conselho profissional ou carteira de habilitação (pode ser digital)

Foto por Betânia Ramalho da Silva

Continue lendo

Saúde

Coronavírus e vacinação: atualização da situação em Caxias do Sul

Publicado em

em

16/01/2022

Vacinação

População total vacinada

  • População estimada: 517.451
  • Ao menos uma dose (D1 ou DU): 83,26%
  • Esquema Vacinal Primário (D2 ou DU): 77,65%
  • Esquema Vacinal Completo (D3): 44,75%
  • Segundo reforço (D4): 15,60%

Para mais informações acesse https://covid.caxias.rs.gov.br/vacinacao/

Dados covid-19

  • 166.155 casos positivos
  • 4 pacientes caxienses e de outros municípios em leitos de UTI de hospitais de Caxias
  • 13 pacientes caxienses e de outros municípios em leitos de enfermaria em hospitais de Caxias
  • 1.686 óbitos

Continue lendo

Saúde

Guarda Municipal salva bebê engasgado

Publicado em

em

Salvamento ocorreu na noite desta quarta-feira (11), no Bairro Cidade Industrial, durante ronda ostensiva municipal

Uma guarnição da Guarda Municipal foi abordada por um veículo durante ronda rotineira, no Bairro Cidade Industrial, nesta quarta-feira (11/01), para atendimento de emergência de um bebê de 12 dias. O casal Adriel Gustavo Rocha Lussani e Graziele Teixeira da Silva, pais da pequena Helena, estava indo ao hospital para buscar ajuda quando avistaram a viatura da Guarda Municipal.

Os servidores Ricardo Borges Maciel, Carlos Albeto Dalbosco e Márcio Ramos Laguna atenderam o bebê e acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). O guarda municipal Márcio Ramos Laguna deu início aos procedimentos de primeiros socorros, realizando a Manobra de Heimlich, utilizada para desobstruir as vias aéreas. A técnica consiste em apoiar o bebê sobre o braço, com a cabeça mais abaixo do que o restante do corpo, e dar tapas com a mão no meio das costas da criança, entre os ombros. Em poucos instantes, a recém-nascida recuperou os sinais vitais. Após o procedimento, a bebê, que passa bem, foi encaminhada pelo Samu para atendimento médico e liberada logo após.

O pai de Helena agradeceu aos servidores pelo atendimento e por terem salvo a vida da filha. “Eles foram heróis, agradecemos de coração por terem salvo a vida da Helena. O atendimento foi primoroso, nos tranquilizaram durante todo tempo e ficaram conosco até a chegada da Samu”, comentou Adriel Gustavo Rocha Lussani.

A Guarda Municipal, que tem como lema “Guardar, Proteger, Servir”, completou 25 anos de atuação no município em 2022, sempre de prontidão para atender a comunidade. Em caso de emergências, a Guarda Municipal pode ser acionada pelo fone 153.

Continue lendo