fbpx
Conecte-se conosco

Sem categoria

Governo Adiló encaminha regularização de 31 áreas irregulares

Publicado em

em

Executivo investirá R$ 2 milhões na contratação de empresa para elaboração do levantamento topográfico e ambiental para viabilizar a regularização fundiária

O prefeito Adiló Didomenico anunciou, na noite de segunda-feira (18/04), uma ação para a regularização fundiária de 31 áreas públicas de interesse social. Juntas, somam 625 mil m², contemplando cerca de 4.200 famílias e trazendo à regularidade 2.345 lotes. A maioria das áreas está localizada na zona urbana, mas algumas também são espaços no interior, nas sedes dos distritos de Fazenda Souza, Vila Seca e Vila Cristina.

Para dar encaminhamento à regularização, a Prefeitura lançou processo licitatório para contratação de empresa que irá elaborar o levantamento topográfico e ambiental de todos os terrenos. O valor investido de R$ 2 milhões tem origem no Fundo Municipal de Regularização Fundiária, que é formado por recursos provenientes dos processos de regularização de áreas particulares. As duas primeiras com concessão dos títulos de propriedades foram os condomínios da Montanha e Colina, localizados na Linha 40.

Em manifestação para um público formado por mais de 470 pessoas, a maioria moradores das áreas contempladas, o prefeito Adiló voltou a mencionar que na campanha eleitoral ouviu inúmeros apelos de regularização por moradores de ocupações. Lembrou que tomou conhecimento de situações em que a espera era superior a 50 anos. “Ninguém se negava a pagar impostos, queriam apenas a regularização do seu imóvel, o que dá dignidade ao ser humano”, afirmou.

Também comentou que administrações passadas firmaram termos de ajuste de conduta com o Poder Judiciário, mas não os cumpriram, o que elevou para perto de 600 o total de loteamentos irregulares, dentre privados e invasões de áreas públicas. “Numa situação como essa todos perdem. Com a regularização, todos ganham”, enfatizou.

Enalteceu o apoio do Poder Judiciário e do Ministério Público na busca da solução, que se concretizou por meio de uma legislação municipal, amparada em bases federais, e aprovada na Câmara de Vereadores, dando origem ao programa Esse Terreno É Meu. “No primeiro mês de governo, tive reunião com o promotor Adrio Gelatti, a quem pedi o que era preciso fazer para encaminhar as regularizações. Respondeu: uma legislação adequada. E foi o que fizemos”, registrou.

O prefeito assinalou que o processo está apenas em seu início e que muito haverá de ser feito para avançar e mudar o cenário atual. Entende que a atual Administração não conseguirá regularizar todas as áreas, mas deixará um legado para que o processo tenha sequência nos governos seguintes.

O secretário do Urbanismo, João Uez, informou que as 31 primeiras áreas definidas tiveram como critério os acordos e termos de ajustes assinados pela Administração com a Justiça nos últimos 10 anos. Mencionou que os moradores beneficiados terão custo zero para a regularização e que, ao longo dos próximos meses, equipes da secretaria visitarão os imóveis para realizar o cadastramento. “Atualmente, temos 80 mil famílias em situação irregular. Não será tarefa fácil, tampouco rápida. Mas este governo está dando início a um processo que mudará a realidade atual da cidade”, reforçou.

O diretor do Fórum da Comarca de Caxias do Sul, João Pedro Cavalli Júnior, definiu o momento como de satisfação para as mais de 4 mil famílias beneficiadas neste primeiro movimento de regularização. Afirmou que todos passarão a ter a segurança com um documento que respalda a posse que já sabem ter. Reconheceu que a caminhada será longa e árdua, mas que os resultados serão positivos.

Ao definir que o prefeito Adiló Didomenico tomou uma decisão forte e corajosa, a partir da construção coletiva de uma solução, o promotor Adrio Gelatti lembrou que desde 2014 é feito um trabalho junto ao Município para garantir a regularização por meio da consensualidade para áreas públicas, evitando ações cíveis e condenações judiciais. “Mas foi somente com uma lei nova, elaborada por este governo, que avançamos na solução do problema. Sabemos que teremos dificuldades para regularizar todos os lotes, pois faltam recursos públicos”, mencionou. Também informou que recomendou ao secretário do Urbanismo que o Município passe a construir orçamentos que prevejam recursos para implantação de infraestrutura nas ocupações públicas.

O presidente da União das Associações de Bairros, Valdir Walter, lembrou que na campanha eleitoral uma das demandas da entidade era que os candidatos assumissem a bandeira da regularização fundiária. “O prefeito aceitou o desafio e o está cumprindo. A cidade merece esta mudança”, registrou.

O ato ainda foi acompanhado pela vice-prefeita Paula Ioris; vereadores Zé Dambrós, representando a Câmara Municipal, Velocino Uez, Gladis Frizzo, Renato Oliveira, Rose Frigeri e Sandro Fantinel; diretor de Regularização da Secretaria de Urbanismo, Nelson Sartori e equipe de servidores envolvidos no processo; lideranças de cartórios de registros de imóveis e de entidades empresariais; secretários Carlos Giovane Fontana, Habitação; Roneide Dornelles, Receita; Ênio Martins, Turismo; João Osório Martins, Meio Ambiente; Margarete Bender, Planejamento; e Norberto Soletti, Obras; presidente da Festa Nacional da Uva, Bruno Brunelli; diretor-presidente do Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto, Gilberto Meletti; coordenadores do Procon, Jair Zauza, e de Relações Comunitárias, José Oltramari; e representantes da Fundação de Assistência Social, e dos deputados Neri, o Carteiro, estadual, e Giovani Cherini, federal.

Áreas contempladas



Áreas contempladas
  • Avenida 13 de Junho, Jardim Eldorado
  • Loteamento Caxias
  • Loteamento Centenário II
  • Núcleo Abel Zattera – Escola Castelo Branco
  • Núcleo Coopasa – Santos Dumont
  • Núcleo Dal Bó – Represa
  • Núcleo Diamantino
  • Núcleo dos Padres – Santa Fé
  • Núcleo Esperança do Vale – Loteamento Reolon
  • Núcleo Família Henz e Langh – Vila Cristina
  • Núcleo Jardim Embaixador – Oásis
  • Núcleo Kayser II
  • Núcleo Loteamento Cinquentenário II
  • Núcleo Loteamento Vale Verde
  • Núcleo Loteamento Vila Ipiranga
  • Núcleo lote nº 19 – Fazenda Souza
  • Núcleo Margem Arroio Dal Bó
  • Núcleo Oásis – Bragagnolo
  • Núcleo Ocupação Loteamento Mariani II
  • Núcleo Pantanal – Vila Seca
  • Núcleo Pinheiros – Loteamento Reolon
  • Núcleo Portinari
  • Núcleo Quadra Incríveis do Ritmo – Pioneiro
  • Núcleo Rua Antonio Beti – Clóvis B. Rossi
  • Núcleo Rua Aymoré
  • Núcleo Rua Carlos Bosi
  • Núcleo Rua Itararé – Vila Leon
  • Núcleo Sol Nascente
  • Núcleo Vila Ipê
  • Quadra 3344 – Galópolis
  • Quadras Loteamento Mariani II – Morada Feliz

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sem categoria

Caxias terá, pelo segundo ano, a Jornada pelo Mundo das Abelhas-sem-ferrão

Publicado em

em

De 6 a 10 de março, haverá palestras e oficinas gratuitas na área externa do empreendimento

Pelo segundo ano consecutivo, o Shopping Villagio Caxias recebe a Jornada pelo Mundo das Abelhas-sem-ferrão, em parceria com a Associação Serrana de Meliponicultores (Assermel). A abertura do evento está marcada para 6 de março e seguirá com programação até o dia 10, ao lado do Villagio Pet.

Entre as atrações, além da exposição de abelhas-sem-ferrão, haverá comercialização de orquídeas, enxames, caixas, méis, licores, meliprodutos e cosméticos, oficinas gratuitas de cuidados com enxames e com as flores, e de limpeza de pele com produtos à base de mel, bem como palestras e sessão de autógrafos do livro infantil “O desfile das abelhinhas”.

A 2ª Jornada pelo Mundo das Abelhas-sem-ferrão conta com o apoio da Universidade de Caxias do Sul, Prefeitura de Caxias do Sul, Federação das Associações de Meliponicultores do Estado do Rio Grande do Sul (Femers) e Sesc.

Confira 5 curiosidades sobre as abelhas-sem-ferrão:

São nativas do Brasil, são menores e sem, necessariamente, as listrinhas pretas e amarelas que estamos acostumados;

Cada espécie de abelha-sem-ferrão tem sua colmeia característica. Por exemplo, a Jataí (espécie mais comum) e abelhas-sem-ferrão fazem as crias em discos;

Elas são bem seletivas na hora de polinizar, podendo escolher apenas uma floração, fazendo com que o mel fique mais leve e saudável;

Possuem uma relação muito importante com a biodiversidade, fazendo um papel estratégico para reestabelecer florestas tropicais e na conservação de florestas, além de assumir crucial função na manutenção da vida no planeta;

As abelhas-sem-ferrão se comunicam por sinais químicos ou sonoros, ao contrário das com ferrão que se comunicam por meio da dança.

Programação

2ª Jornada pelo Mundo das Abelhas-sem-ferrão no Shopping Villagio Caxias

06 a 10 de março de 2024

Inscrições de entidade e associações: até 23 de fevereiro, com Ivanir Nichetti Campos pelo (54) 99104-3862

Dia 06, quarta-feira

11h: abertura do evento, no Life

14h: oficina de divisão de enxames, no Life

17h: oficina de montagem e instalação de morada provisória, no Life

19h: oficina de cuidado com orquídeas, no Life

Dia 07, quinta-feira

9h30min: palestra “Conhecendo o mundo das abelhas-sem-ferrão e ativação Sesc, no Cinema

10h30min: sessão de autógrafos do livro “O Desfile das Abelhinhas”, no Life

14h: oficina de transferência de abelhas para morada provisória para caixa, no Life

19h: oficina de cuidado com orquídeas, no Life

Dia 08, sexta-feira

9h30min: palestra “Conhecendo o mundo das abelhas-sem-ferrão, no Cinema

10h30min: sessão de autógrafos do livro “O Desfile das Abelhinhas”, no Life

14h: oficina de divisão de enxames, no Life

17h: oficina de montagem e instalação de morada provisória, no Life

19h: oficina de cuidado com orquídeas, no Life

Dia 09, sábado

11h: oficina de transferência de abelhas para morada provisória para caixa, no Life

14h: sessão de autógrafos do livro “O Desfile das Abelhinhas”, no Life

15h: oficina de limpeza de pele com produtos à base de mel, no Life

16h: oficina de cuidado com orquídeas, no Life

Dia 10, domingo

14h: oficina de divisão de enxames, no Life

15h: oficina de limpeza de pele com produtos à base de mel, no Life

16h: oficina de cuidado com orquídeas, no Life

18h: oficina de montagem e instalação de morada provisória, no Life

Continue lendo

Sem categoria

Eremi Melo assume presidência do Sindicato dos Metalúrgicos de Caxias do Sul

Publicado em

em

erimônia de posse da primeira mulher presidente da entidade acontece na sexta-feira, dia primeiro de março, às 10h da manhã

O Sindicato dos Metalúrgicos de Caxias do Sul e Região vai realizar diversas atividades não apenas para celebrar o Dia Internacional da Mulher, mas principalmente para conscientizar a sociedade sobre a existência e importância da data. A campanha será lançada no dia 1º de março com a posse de Erem Melo, primeira mulher a assumir a presidência do sindicato.

Superação é o tema da campanha do Sindicato dos Metalúrgicos para o Mês da Mulher: “Na luta para que direitos e equidade não sejam sempre histórias de superação”

Em 91 anos de História, que serão completados no dia 6 de março, será a primeira vez que uma mulher vai assumir a presidência do Sindicato dos Metalúrgicos de Caxias do Sul. Eremi Melo, trabalhadora da Mundial SA, Secretaria Geral do Sindicato dos Metalúrgicos e Secretária de Formação e Cultura da CTB Nacional, foi o nome escolhido para ocupar o cargo. Esta decisão foi tomada durante reunião da Diretoria Executiva, que aconteceu no dia 5 de fevereiro. O presidente Assis Melo propôs essa questão que foi aprovada por unanimidade. A cerimônia de transmissão do cargo acontece na sexta-feira, às 10h da manhã, no sindicato.

Sindicato é lugar de luta das mulheres

Eremi destaca que isso tem sido uma construção e que na última eleição foi ampliado o número de mulheres na diretoria executiva e na diretoria plena. “É um momento muito importante para nós mulheres metalúrgicas durante o mês de março, o Sindicato ser presidido por uma mulher. Tudo isso foi uma construção. Estamos construindo ao longo da história do Sindicato dos Metalúrgicos essa questão. Vamos fazer um bom debate, ter uma participação efetiva. Em fevereiro comemoramos o aniversário do direito ao voto para as mulheres e logo em seguida é o 8 de Março. E atualmente, o Sindicato é um lugar da luta das mulheres e por mais que a maioria na indústria ainda seja formada por homens, ainda assim são homens e mulheres que hoje constroem essa cidade, produzem com seu trabalho o que a nossa população usufrui.”

Eremi ressalta que toda mulher tem uma história de superação. “É preciso dar conta de todas as funções que precisa desempenhar, além de ter que viver na luta por seus direitos e igualdade em uma sociedade que ainda enaltece o patriarcado e suas práticas,” finaliza.

Para Historiador, Eremi tem sua trajetória marcada pela luta e pela busca de uma sociedade mais justa e igualitária e neste momento entra para a história do movimento operário

Saulo Velasco, autor do livro “100 anos de Lutas, A História dos Metalúrgicos de Caxias do Sul”, explica que a ascensão da Eremi como a primeira mulher à presidência do Sindicato dos Metalúrgicos é um marco significativo na luta pela igualdade de gênero, representatividade e na história da luta de classes. “Esta conquista não apenas desafia as normas de gênero arraigadas em setores tradicionalmente masculinos, mas também abre caminho para que mais mulheres assumam papéis de liderança em diversas esferas da sociedade. Além disso, ao assumir como presidenta, a Eremi, não apenas simboliza a quebra de barreiras na sociedade, mas também traz uma perspectiva única para as questões enfrentadas pelos trabalhadores e pelas trabalhadoras, destacando a importância da diversidade de experiências e visões na formulação de políticas sindicais de luta para o enfrentamento das batalhas cotidianas em prol da categoria metalúrgica.”

O Historiador Saulo Velasco destaca ainda que a presença de uma mulher na presidência do Sindicato dos Metalúrgicos durante o mês de março não só celebra as conquistas das mulheres na luta por direitos iguais, mas também destaca a necessidade contínua de empoderar e apoiar as mulheres em suas trajetórias. “Isso inspira outras mulheres a perseguirem seus objetivos, independentemente das barreiras de gênero que possam encontrar. Além disso, ressalta a importância de reconhecer e valorizar as contribuições das mulheres em todos os setores da sociedade, promovendo assim uma cultura de igualdade. A Eremi tem sua trajetória marcada pela luta e pela busca de uma sociedade mais justa e igualitária e neste momento entra para a história do movimento operário de Caxias do Sul, do Rio Grande do Sul e do Brasil.”

Programação especial terá caminhada e sessão de cinema

Durante a programação do mês diversas mulheres poderão contar suas histórias de superação por meios dos canais de comunicação do sindicato. E no dia 8 de março, acontece a Caminhada em Defesa da Saúde das Mulheres, com concentração a partir das 9h na praça Dante Aligheri. Já às 19h , no auditório do Sindicato dos Metalúrgicos, acontece uma sessão de cinema, com exibição do filme As Sufragistas. Depois da sessão, te debate coordenado pela historiadora Vânia Herédia e convidadas. Todas as atividades são gratuitas e serão divulgadas nas redes sociais do sindicato.

Continue lendo

Sem categoria

Confira a programação do “Carnaval de Caxias do Sul 2024”.

Publicado em

em

     Programação

Pré-Carnaval da Escola de Samba Acadêmicos Pérola Negra
Data: 27 de janeiro, sábado
Horário: 19h
Local: Escola de Samba Acadêmicos Pérola Negra, bairro Mariani

Pré-Carnaval da Associação Cultural e Esportiva Acadêmicos XV de Novembro
Data: 28 de janeiro, domingo
Horário: 19h
Local: Instituto Samba, rua Hércules Galló, nº 620, Centro

Pré-Carnaval da Escola de Samba Unidos do É o Tchan
Data: 04 de fevereiro, domingo
Horário: 13h
Local: Praça da Feiras, bairro São Pelegrino

Carnaval de Caxias do Sul 2024
Associação Cultural e Esportiva Acadêmicos XV de Novembro
Escola de Samba Unidos do É o Tchan
Escola de Samba Acadêmicos Pérola Negra
Associação Cultural Esportiva São Vicente
Participação do DJ Mono
Data: 09 de fevereiro
Horário: 19h
Local: Rua Plácido de Castro, em frente a MAESA, bairro Exposição

Enterro dos Ossos da Associação Cultural Esportiva São Vicente
Data: 17 de fevereiro
Horário: 17h
Local: Buraco Quente, bairro São Vicente

     Programação dos Blocos de Carnaval

Bloco da Ovelha: 10/02, das 12h às 20h
Local: Cortejo pela Praça das Feiras e ruas próximas, após rua Tronca em frente a Cervejaria Salvador

Acadêmicos do Luizinho: 10/02, das 15 às 23h
Local: em frente ao Bar do Luizinho

Bloco Ovelha Negra: 10 e 11/02, das 15h às 23h
Local: Estacionamento da Academia Engenharia do Corpo (em frente a Casa de Pedra)

Bloco da Velha: 11/02, das 14h às 22h
Local: Rua Dom José Baréa

Bloco Arco-Iris: 13/02, das 14h30 às 20h30
Local: Rua Augusto Pestana Coronel Flores, Level

Bloco da Farofada: 17/02, horário a definir
Local: Galópolis, local a definir

Continue lendo