fbpx
Conecte-se conosco

Geral

Forqueta Cultural de junho será na comunidade de LoretoGastronomia, música e dança gratuitos movimentam o Salão Comunitário da Igreja de Nossa Senhora de Loreto com recolhimento de donativos para as vítimas das enchentes do Rio Grande do Sul

Publicado em

em

Os dias tensos e difíceis derivados do clima no Rio Grande do Sul pedem um alívio, um pouco de alegria e afeto. É nesse pique que a edição de junho do Forqueta Cultural pretende mobilizar a comunidade de Loreto com a realização de mais uma edição do projeto no Salão Comunitário da Igreja de Nossa Senhora de Loreto. Neste domingo, dia 02, a partir das 15h, tem música, dança e gastronomia farta, como manda a tradição dos filós comunitários para a comunidade e quem mais quiser chegar. Para que a mesa seja ainda mais deliciosa, todos os participantes são convidados a compartilhar alguma comida ou bebida. A tarde terá animação do Grupo de Filó Felice Personne, com participação especial do Grupo Nani, que também cultiva as tradições da cultura italiana. A série de encontros nas capelas do bairro Forqueta tem como slogan “A Magia dos Filós”. A realização é do Ponto de Cultura Costurando Sonhos e Varsóvia Educação e Cultura. Neste edição de junho também será feita arrecadação de doações para as vítimas da tragédia ambiental do Estado, em especial alimentos não-perecíveis, material de higiene e limpeza.
Chegando já à sua quinta edição, Forqueta Cultural é festejado em cada comunidade onde se realiza. Os encontros são marcados pela alegria, confraternização e a fartura à mesa. O público relembra a memória de antepassados e as tradições culturais do legado italiano.
A proposta do projeto focado nos filós comunitários é contribuir com o resgate histórico-cultural de um dos bairros mais importantes de Caxias do Sul, com a democratização e descentralização de acesso à cultura e com a ocupação de espaços da comunidade para a prática da convivência social através da arte e da valorização do patrimônio cultural. A primeira edição de 2024 foi na Capela de São Vigílio. No mês passado, por causa da tragédia ambiental, não foi realizado o filó em São Antônio do Cerro da Glória. Uma nova data será anunciada. Os próximos filós serão nas capelas São José da Linha Feijó e São João Batista.
O projeto conta com financiamento da Lei de Incentivo à Cultura de Caxias do Sul, com apoio cultural da Fundação Marcopolo, Randon Corp/Racon Consórcios e parceria da Voestalpine, Máquinas San Martin, Reflorestadores Unidos e Plásticos Pisani.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Coordenadoria de Promoção da Igualdade Étnico-Racial apoia a realização do Prêmio Teixeira Nunes

Publicado em

em

A Coordenadoria de Promoção da Igualdade Étnico-Racial (SMSPPS) é apoiadora da homenagem aos vencedores do Prêmio Teixeira Nunes, promovido pelo Conselho da Comunidade Negra de Caxias do Sul (COMUNE). O evento ocorre neste sábado, às 14h, no Plenário da Câmara de Vereadores de Caxias do Sul. O Grupo Mulheres do Brasil e a empresa Destake Placas e Letreiros também são apoiadoras do evento.

O Prêmio Teixeira Nunes foi idealizado pela atual gestão do COMUNE com o intuito que a própria comunidade negra caxiense fizesse a indicação de pessoas que fazem da luta antirracista uma pauta diária em suas vidas. Com isso, duas pessoas foram indicadas e votadas pela rede social do COMUNE para receber o Prêmio Teixeira Nunes 2024: o professor Fernando Silva e a estilista Jaqueline Silva.

Continue lendo

Geral

‘Escola do Amanhã’ forma mais de 60 alunos no primeiro semestre em Caxias do Sul

Publicado em

em

Projeto que conta com a parceria da Prefeitura do Município, atende alunos da rede municipal de forma gratuita, entre 14 e 16 anos, e tem o objetivo de preparar jovens para o mercado de trabalho no setor da indústria

Mais de 60 alunos que integraram três turmas do curso de programação básica para a robótica do projeto Escola do Amanhã, se formaram nesta quarta-feira (19.06). Realizado pelo Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico de Caxias do Sul e Região (Simecs), o projeto também conta com a parceria da Prefeitura do Município, através da Secretaria Municipal da Educação (SMED), do Senai e do Sicredi.

“Nós somos uma cidade pujante. Muitas pessoas vêm morar na nossa cidade pelo emprego que ela gera. Mas a gente sempre tem o desafio da preparação das pessoas para o mercado de trabalho, e a preparação via Senai é muito qualificada. Esse conjunto de parcerias que nós temos aqui é muito qualificado”, enalteceu a vice-prefeita Paula Ioris, ao falar sobre as oportunidades que Caxias do Sul oferece aos jovens.

Escola do Amanhã

O projeto atende alunos da rede municipal de forma gratuita, entre 14 e 16 anos, e tem o objetivo de preparar jovens para o mercado de trabalho no setor da indústria. Durante as aulas os aprendizes entraram em contato com conceitos básicos da área e realizam atividades como: projetar, fabricar, programar, construir e implementar soluções; conhecem as partes de um robô e usam instrumentos de medição profissionais.

Novas turmas da Escola do Amanhã serão abertas ainda para o segundo semestre de 2024.

Continue lendo

Geral

Com articulação da deputada federal Denise Pessôa, ANAC autoriza voos internacionais no aeroporto de Caxias

Publicado em

em

    Caxias do Sul pode receber voos internacionais a partir desta terça-feira (18), após a publicação de portaria da Agência Nacional da Aviação Civil (ANAC). A homologação permite que o Hugo Cantergiani se torne um terminal internacional. Essa demanda atende a solicitação feita por ofício pela deputada federal Denise Pessôa (PT/RS) ao Ministério de Porto e Aeroportos e ao do Turismo, durante reunião em 22 de maio.

    Naquela ocasião, a parlamentar lembrou aos ministros que o Juventude, Internacional e Grêmio também solicitaram a internacionalização devido as dificuldades logísticas para participar das competições esportivas. A internacionalização é necessária, diante da crise climática que atinge o Rio Grande do Sul, e deixou o Salgado Filho, em Porto Alegre debaixo da água. 

    “Temos o projeto do aeroporto de Vila Oliva, mas nesse momento internacionalizar o Hugo Cantergiani é uma alternativa para que a gente não volte a ficar refém apenas de um aeroporto internacional mais próximo da Serra, como estamos neste momento”, explica a deputada.

    Denise ressalta ainda que o aeroporto de Caxias do Sul é estratégico e tem sido fundamental ao estado, sendo que essa “medida vai auxiliar o turismo e alavancar ainda mais a economia e o desenvolvimento da Serra”.

    A internacionalização tem prazo até 31 de dezembro de 2024.

Sistema para melhorar pousos

    ​A deputada também teve forte articulação para melhorias no aeroporto Hugo Cantergiani. Denise conversou com o ministro de Portos e Aeroportos, Sílvio Costa Filho,  em 4 de junho, sobre a instalação de um novo sistema RNP-AR. O equipamento que já está em funcionamento tornará os voos mais eficientes, reduzindo cancelamentos devido a neblina. 

Confira o que diz a portaria n⁰ 14.831​

    A princípio, a internacionalização engloba serviços aéreos privados ou aéreos públicos não regulares de passageiros.

    A internacionalização favorece embarque e desembarques de passageiros de aeronaves transportando delegações dos jogos internacionais da Libertadores e da Copa Sul Americana” de futebol, mediante o agendamento de no mínimo 48 (quarenta e oito) horas.

Continue lendo