Conecte-se conosco

Cultura

A palavra e o conhecimento são fundamentais para vencer o obscurantismo, diz Antonio Nóbrega

Publicado em

em

“Estamos vivendo um momento institucional de obscurantismo”, lamentou o artista

Brincante, trovador, menestrel, o multiartista Antonio Nóbrega foi convidado de mais uma edição do Brasil de Fato Entrevista – Divulgação

A inconsciência de nós mesmos e dos nossos problemas nos torna mais vulneráveis

Antonio Nóbrega é natural de Recife e iniciou sua vida artística através do violino. Em 1971, foi convidado por Ariano Suassuna para integrar o Quinteto Armorial, grupo de música de câmara brasileira com raízes populares. Fruto do seu envolvimento com o universo da cultura popular brasileira, a partir de 1976, começou a desenvolver um estilo próprio de criação em artes cênicas e música. 

Sua extensa carreira inclui apresentações por todo o Brasil, além de países como Portugal, Alemanha, Estados Unidos, Cuba, Rússia e França. Nóbrega é detentor de diversas premiações em reconhecimento por seu trabalho de valorização da cultura brasileira, como o TIM de Música, o Shell de Teatro, o Mambembe, o APCA e o Conrado Wessel, além ter sido condecorado por duas vezes com a Comenda do Mérito Cultural.

Assista ao vídeo:

Há 30 anos, dirige com Rosane Almeida em São Paulo o Instituto Brincante, espaço voltado a cursos, apresentações, oficinas, mostras e encontros diversos de difusão da cultura brasileira. Convidado do Brasil de Fato Entrevista desta semana, Nóbrega falou de seus projetos atuais. Um deles é um podcast sobre literatura chamado Velhas Rimas Novas, que promove conversas com autores que têm a poesia rimada brasileira como parte do seu fazer artístico.

“Foi uma experiência muito gratificante e proveitosa, além de prazerosa. Por conta do tema e por conta da abrangência que nós tivemos com os podcasts”. contou. “Eu acho que, nesse momento particular do Brasil, a gente precisa dar preponderância e colocar um pouco mais avante a questão da palavra, do texto, do conceito, do conhecimento, da ciência. Ou seja, na verdade, a aclaração das ideias se faz necessária. Parece que o nosso país vive dentro de uma certa atmosfera obscurantista”, declarou.

“Estamos vivendo um momento institucional de obscurantismo. Mas, eu acho que o povo brasileiro tem uma espécie de celofane que nos cobre e que nos afasta do conhecimento, no sentido da consciência. É como se nós estivéssemos vivendo ainda em uma fase muito inconsciente de nós mesmos e dos nossos problemas. A inconsciência de nós mesmos e dos nossos problemas nos torna mais vulneráveis”, afirmou Nóbrega.

Na entrevista, Nóbrega também falou sobre um de seus principais interesses: a dança: “Eu pensava e continuo pensando em dedicar um livro para tratar da dança brasileira, mas de uma dança que leva em conta também o seu universo popular. Porque, na história da dança brasileira, esse universo é praticamente ignorado, com a pecha de folclórico”.

“A palavra folclore, infelizmente, não corresponde ao que eu identifico como a cultura popular brasileira, que é uma cultura paralela à cultura institucional. É uma outra cultura, que nasce de fontes diferentes (…) A gente tem que escutar esse outro lado para absolvê-lo dentro da cultura chamada mainstream [dominante], dentro da cultura institucional, da cultura oficial”, explicou.

“Por que é que a gente não tem dentro das nossas cadeiras de literatura, por exemplo, o estudo da literatura oral, das modalidades da poesia popular? Por que é que nós não temos nos espaços dedicados às danças oficiais pesquisas com as danças brasileiras. Esse universo sempre é alijado do mundo institucional brasileiro, sob essa pecha folclórica. Dizem que isso é coisa que não tem serventia, é coisa de museu, é coisa de preservação”, lamentou.

“O que a minha vida tem me mostrado a partir da minha experiência, nas minhas leituras e convivências com mestres, é que esse é um raciocínio errôneo. Temos de rever isso, sob pena de ter sempre um Brasil dividido. É um Brasil não só socioeconomicamente abruptamente dividido, mas também culturalmente dividido”, disse.

Edição: Rodrigo Durão Coelho

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Cultura

Polvo colorido e criativo é mascote do Festival Téti, em Caxias do Sul

Publicado em

em

Animal marinho foi escolhido por remeter à curiosidade e desejo de aprender das crianças

Polvo colorido e criativo é mascote do Festival Téti, em Caxias do Sul
Polvo colorido e criativo é mascote do Festival Téti, em Caxias do Sul. Créditos: Box 90 Laboratório Criativo/Vinícius Agliardi.
A partir desta, que é a 5ª edição do Téti – Festival de Arte e Cultura para a Infância, o evento conta com o Polvo do Téti como sua mascote oficial. A personagem foi inspirada pela proximidade com as crianças no início de suas descobertas e em seus primeiros passos no processo do aprender e do brincar. Assim como o polvo, as crianças também são curiosas, criativas, corajosas e desbravadoras, além de estarem no processo de construção de autonomia e visão de mundo próprio.
A concepção da mascote foi realizada pela união do trabalho da idealizadora do Festival, a produtora cultural Caliandra Troian, da Box 90 Laboratório Criativo e do ilustrador Vinícius Agliardi, que já desenvolveu obras para Disney, Marvel, Star Wars, Turma da Mônica e Galinha Pintadinha.
O distinto animal marinho foi eleito representante desta edição do festival por ser uma criatura peculiar e muito inteligente. O polvo é dono de uma percepção apurada de cores e sentidos de toque, com uma perspicácia invejável ao navegar por labirintos complexos ou na hora de resolver problemas. Outra característica dele é ser curioso, muito explorador e adora brincar com objetos. 
O polvo do Festival Téti é capaz de mudar de cor para se adaptar aos mais diversos ambientes, além de não ter gênero, conseguindo facilmente conectar-se com múltiplos públicos. Assim como uma criança, o polvo tem personalidade própria e, embora muito cauteloso, é um espírito livre e age de acordo com o seus sentimentos e sua intuição. Ele também é energético, comunicativo e amigável, adorando se conectar com outras pessoas e com novas formas de arte. Ele está sempre pronto para um mergulho profundo entre o teatro, a música, a dança, a pintura e a literatura se deixando transformar por elas.
Programação completa e ingressos podem ser acessados pelo site www.teti.art.br/programacao-e-ingressos. Informações pelo telefone (54) 98434-1531.
Sobre o Festival TétiO Téti – Festival de Arte e Cultura para a Infância será realizado entre os dias 6 a 16 de outubro, em Caxias do Sul (RS). É um festival multidisciplinar destinado às crianças e suas famílias em formato híbrido (presencial e on-line), com programação acessível e inclusiva. São 10 dias de atividades entre espetáculos e intervenções artísticas, oficinas criativas nas áreas de teatro, dança, circo, música, literatura e artes visuais, entre outras, com o objetivo de inserir a criança no universo artístico. O evento é destinado para crianças de 0 a 12 anos, e cada faixa etária terá atividades indicadas para a sua idade. As vagas das oficinas são limitadas e toda a programação estará integrada nos canais digitais do Téti. 
O 5º Téti – Festival de Arte e Cultura para a Infância é uma realização da Cali Gestão Cultural e Comunicação, com financiamento da Lei de Incentivo à Cultura de Caxias do Sul e Pró-cultura RS. Patrocínio de Cardan, Lojas Magnabosco, Orquídea Alimentos e Sorvetes Urca. Apoio cultural de Empresas Randon e Unimed Nordeste RS. Parceiros Eureka, Instituto Sérgio Lovato, Sesc Caxias do Sul e Villagio Caxias.

Continue lendo

Cultura

ESTA CHEGANDO

Publicado em

em

QUARTA EDIÇÃO

FEIRA MAESA CULTURAL

18 de Setembro de 2022. Terceiro domingo do mês

Atrações artísticas, artesanato, gastronomia, agricultura familiar , economia solidária, economia criativa e muito mais .

Continue lendo

Cultura

Semana Municipal do Turismo inicia dia 25 de setembro

Publicado em

em

Universo de conexões é o tema desta edição

Caxias do Sul, um universo de conexões’ é o tema da Semana Municipal do Turismo 2022, que será realizada de 25 de setembro a 1º de outubro. No dia 27 de setembro é comemorado o Dia Internacional do Turismo. A Semana é uma realização da Prefeitura, por meio da Secretaria de Turismo. O titular da pasta, secretário Enio Martins, ressalta que a programação inclui eventos culturais, de moda, gastronômicos e de entretenimento noturno. Também serão conhecidos na semana os três novos embaixadores do Turismo de Caxias do Sul.

“As conexões referidas no tema se dão através de iniciativas públicas, privadas e de entidades ligadas ao trade turístico. Será uma semana comemorativa, com uma série de eventos que reunirão especialistas do setor, autoridades locais e estaduais, além da comunidade”, relata o secretário.

Enio destaca ainda a criação de uma nova categoria dentro do 13 Clic Fotográfico, para estimular o interesse pelo turismo dentro das escolas.

“Convidamos a comunidade a prestigiar o Clic Fotográfico, para conhecer os ganhadores das categorias Urbana, Rural e a nova categoria lançada este ano, com a participação de alunos dos terceiros e quartos anos da educação fundamental. Estamos apresentando e desenvolvendo o turismo junto aos os educandos”.

O objetivo principal da Semana do Turismo é mostrar as potencialidades de Caxias do Sul, cidade eclética e plural, centro cultural e turístico no coração da Serra Gaúcha.

Programação

25.09 | Domingo

Abertura oficial Semana Municipal do Turismo

Evento em parceria com o Almoço da UAB em que serão lançadas duas ações da SEMTUR para o mês de novembro: City Tour com os presidentes de bairro + Feira Turística e Cultural no Parque da Festa da Uva.

Local: Centro Comunitário do Bairro Jardim Eldorado

Horário: Recepção 11h / Almoço 12h

26.09 | Segunda-feira

Recepção Festiva da Reunião Almoço da Cic

Evento com os atrativos da Rota Caxias Sabor e Aventura + Palestra com Mauro Dias, presidente da Valeo América do Sul (Tema: O futuro da mobilidade)

Local: CIC Caxias do Sul

Horário: 12h

27.09 | Terça-feira

Posse dos Novos Embaixadores do Turismo 2022

Local: Famiglia Pezzi Café Colonial

Horário: 18h

28.09 | Quarta-feira

Lançamento do 13º Clic Fotográfico Turístico

Tema: “Novas (re) descobertas: Eternize por meio da fotografia nossas belezas”

Local: Gabinete do Prefeito

Horário: 14h

29.09 | Quinta-feira

Coletiva de Imprensa dom Lojas Magnabosco

Apresentação do Concerto de Moda de Caxias do Sul 2022

Local: Laboratório Magnabosco

Horário: 10h

Curta Caxias: Encontro do Trade Turístico

Local: Sesc Caxias do Sul

Programação:

• 18h Coffee e Networking

• 19h Abertura oficial

• SEBRAE | Mapa do Comportamento do Turista no RS

• SEMTUR | Curta Caxias

• Caminho’s do Morango | Case

• Encerramento oficial

30.09 | Sexta-feira

Jantar das Etnias 2º Edição

Local: Sky Samuara Hotel

Horário: 19:30h

Grupos de dança: árabe; indiana; polonesa; italiano; alemã; espanhola; campo dos bugres; tango

01.10 | Sábado

Happy Hour com Empresários do Trade Turístico

Local: Portal Bowling

Horário: 17h

Continue lendo